Compensações indiscutíveis

Acordo tarde, são exatamente três da tarde,

espreguiço o olhar que passou em claro curtindo fotos de casas no lago,

em que possivelmente tenha sonhado que haveria comprado alguma.

Organizo a mesa, varro a cozinha, e auxilio meu filho a ir no banheiro,

com o rádio ligado e dançando lentamente com o cabo da vassoura.

Querido filho. Minha fonte de energia…seus olhos me enchem vagamente

quando mais preciso. Sei que sou viúva, mas não deixaria meu filho de jeito nenhum.

Eu tenho um bravo incerto conhecimento sobre as normas gerais cujo,

não ofereço o fornecimento de estragar minha relação de mãe e filho.

Ás vezes gosto de olhá-lo brincando com seu Buss-Lightyear e fico abobada que meu

simples feto, estar-de se tornar um garotão na seguinte noite.

Pra mim continuará sendo meu bebê, e ele sabe disso.

Adoro agarra-lo em seus pulsos e rodar  minha relíquia de onze anos.

Mãe é tudo boba, chora por motivos insanos e sem expectativa de razões, porém

só de ver que a educação e que seu filho é feliz, vale a pena!

Quero aproveitar essa fase, de conexão, de amor sem medo!

E até quando esperar por tê-lo novamente?

Saiba, meu príncipe heroico que busca flores seja qual for a estação para

demonstrar que as pequenas sensações devem ser precavidas com a alma e o toque

de cada admiração. Mesmo que em alguns anos, você mude como todos, ou fume

para retardar seus problemas, eu eternamente serei grata por ti,

e por nossas curtas fofuras.

De sua mãe Samantah

DSC07413


x~x

JkMonde

Anúncios

C⚉MENTE

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s