titleSalut [Boa Noite!] {Leia ouvindo Queen-I want to break free}, embora ainda se mova por insatisfeita, eu literalmente não confirmo uma redundância a preferir incendiar meus primórdios. A teimosia, já é membro de minha conferência, se não a aplico é por descuido e desse incidente é bem capaz que eu desconte a alguma indecisão. Direto ao ponto, porque assim como nós, não podemos nos descobrir novamente, ou rescindir a qualquer plano que determinamos o que nos faz bem ou contrariamente? Recebemos o NÃO desde as primeiras independências infantis, aos nossos pequenos desejos, até de furar o bolo da festa do primo, de comer areia, mas o que eram tudo isso se nos deixassem testar nossos limites? Isto ainda ocorre, dentro de todos renomeado de instinto. Mas, como toda contradição, existimos pela precisão.

tumblr_mpu51uoflh1qbq492o1_540É melhor ter e precisar do que precisar e não ter. Ou seja, somos um pacote dimensional, apontados pelo benefício e não pela demonstração. Você não amanhece assistindo filmes porque planejou, assim me registro o que se atrai ao prazer. Com meus atos, cativei que não temo decepcionar as coisas mais naturais da vida exemplificadas ou danificadas, a questão é que os padrões realmente não cabem a ninguém a menos, que deixou de se explorar lealmente. |Jak 

Anúncios

11 comentários em “

  1. Muito bom o texto, jak!
    Recebemos um “não” desde os primórdios e ainda continuará assim, sendo adulto ou não. Basta você querer conhecer e ultrapassar isso que é imposto.
    Beijo :*

C⚉MENTE

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s