title y

“Eu tenho ondas!”, disse a água, com desprezo,

E seu olhar, vago e ondulado, perdeu-se no mar.

E a terra árida, rude e seca, deitou-se na areia

E soluçou baixinho, abraçada á lua cheia.

Nisso veio o vento e, ao ver a tristeza tão grande

DSC03476.JPG[photo by jak]

Da terra, disse:”Vamos criar um mar de areia”.

E de manhã, logo que se desfaz a bruma,

A água espantou-se com o mar de dunas.

E ficaram ali, água e terra, frente a frente,

Ondulados, cada uma delas um mar diferente.

-Capparelli, Sérgio (Li nesta madrugada – mim pronunciando ^^)

assinatura

Anúncios

4 comentários em “

C⚉MENTE

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s