~sleepless night diary

14/09           22:44


e os minúsculos movimentos produzem sinais capazes de impulsionar a própria inércia do velocímetro de uma noite refinada de, um dia sem esquecimento. analisando os metódicos funcionais… percebo o quanto uma mão preenchida, escaneia todo processo feito até o presente momento em que tudo se dilata ao nível vazio.

é um serviço resiliente. produzir algo em busca de um copo meio vazio. ou meio cheio. isso depende prioritariamente do seu capítulo anterior, inexperiente. independente do título, alguns ajustes acabam finalizando o acabamento de que sim, podemos ser feliz com o que temos.simbolos

15/09          21:35


pós rota, pós circunferência, não adianta em nada se sentir desempenhado sem sã consciência. e o tempo castiga aqueles que não desvendam o sentido de cada segundo, de que amanhã pode ser o fim, do amanhã não existir, já que nunca existiu um amanhã. de que somos feitos? do ponto de vista de uma metáfora, um jogo inacabado, pode se tornar o pior risco para um game over. a vida. a vida. ela contribui para que cada dia estejamos vivos. ou pensarmos que vivos estamos. alienados compostos de ditaduras congruentes, derramados pela supervisão de algo maior que o próprio homem. o ego. o orgulho. o silêncio.

e o coração desbota, a cada sensação escrota que cometemos ao associar o estúpido vazio, das coisas que deixamos de fazer, das funções que nem sequer garantimos á fertilidade. daquelas fajutas, do não lavar a louça, do não pintar algo. de não fazer nada e se sentir desmoronado. que tolice. o escândalo fútil, o emblema irrefutável. e até onde podemos parar?guiii

presença feita, presença honesta. é aquela pequenininha que não se nega, não se nega. mesmo que as dificuldades entranham em nossas veias, como estacas meticulosamente bem enfiadas, não desista, não desista. apenas um contratempo. o varão triste vai e vem. o prontuário feliz, vai e volta. mas as continências maravilhosas são aquelas que o dinheiro não abriga. são aqueles momentos esculpidos na memória.


jak

 

Anúncios

11 thoughts on “~sleepless night diary

    1. Olá Cris! 😀
      Fiquei maravilhada com seu elogio!! A prova foi tudo okay, as boas energias fluíram muito bem. A força que vocês me deram nos comentários, me ajudou a amenizar o nervosismo insistente.
      Obrigadão por se preocupar.

  1. Ahhh, não poderia começar a minha semana com uma leitura mais aprazível… Já estava indo embora do mundo virtual para encarar o “real”, quando, de repente, eis-me aqui! Fascinante o seu modo de escrever, Jak! ❤

C⚉MENTE

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s