Me and ARTETERAPIA

Salut! Essa semana estou prestes a evolucionar meus sentidos manuais. imagino que você também tenha um tempinho para fazer dos seus gostos, um lazer primoroso nessas férias. Em verdade, a gente catalisa boa parte desse tempinho em forma de substância á nossos controles emocionais. Com isto, chegamos ao ponto de falar sobre a arteterapia.

IMG_7360.jpgwaterfall, a essência natural da matéria prima. art by jak.

Se tem algo que nós humanos nossos capazes de produzir é, em suma característica, astúcia e diligência. Não somos feitos para ficar sentados, descansando e presumidamente, deixar todos os valores da vida se desabrocharem. Cada um tem uma visão sobre a vida. Seja ela com: música, teatro, desenho, escrita, artesanato…

20161228_110021 (1).jpg

A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte!

Seguindo o ditado, todas as pessoas tem um talento indubitável para refletir suas emoções. A depressão, a timidez, a agressividade, a felicidade. Nossas emoções são emitida por um valor maior, chamado coexistência. E por que arte? Porque arte está em tudo que tocamos; a liberdade de traçar fontes que subsistem nosso equilíbrio sensorial.

Quando estive presente no Masp, elaborando novos conhecimentos artísticos, persuadi horizontes que abriram portas para criar minha própria motivação. E isso é verídico. Inspirar, expirar é o mesmo que respirar em domínio dos seus objetivos. Acredito que toda pessoa é um artista. Entre descobertas e distorções, um ponto de interrogação.  Então, faça a arte florescer caro artista.  -acredite, all is possible! 😉

gif.gif

Temperemos com filosofia: Remir os instintos, são sem dúvidas a luz em seu destino.

com carinho| photos and art: by jak

Anúncios

10 comentários em “Me and ARTETERAPIA

  1. Jak seu post me deu vontade de me reencontrar nas artes. Na adolescência, desenhava muito . Ganhei uma caixa com pincéis e tinta e mais algumas telas de meu chefe que era artista plástico na epoca. Me joguei de cabeça na pintura sem nem mesmo ter técnica. Pelo puro prazer de mexer com elas. A vida adulta me tirou dessa atividade. Mas esse ano pretendo resgatar esse prazer. Bjs

    1. Roseli, fiquei dando uns pulinhos aqui ao ver que essa reflexão poderia ajudar alguém. Arte é vida que transborda! A gente acaba se superando com as detonas que o tempo sobrecarrega. Mas cujo dito: “você está no controle, liberte-se”. Adoraria ver seus desenhos da adolescência. Meu professor dizia, que nessa fase procuramos razão e paixão em nosso mundo. Desenhar coisas que rementem ao amar, é sensibilizar a naturalidade jovial, hehe.
      Espero que retome a produzir essa tenaz compatibilidade de prazer. E como a escrita, isso é uma puta terapia -guardei o recado, viu? 😉
      grande abraço,
      jak

  2. Eu não sei se todos somos artistas, acho que somos arteiros, mas é claro que é possível lapidar a pedra bruta que somos. Mas nem sempre estamos dispostos. Preferimos viver a “espera de um milagre ‘. Não sei de onde vem essa estranha consciência de que a genialidade humana dispensa todo o processo natural de dedicação. Enfim, eu gosto do processo e de cada um de seus estágios. Talvez goste mais que apreciar o resultado final, que tem sua beleza, obviamente, mas a base de uma construção artística, e simplesmente fascinante. Au revoir

    1. Correcto!
      As pessoas são artistas, arteiras, complexas e nada bidimensionais. Para ir a fundo de uma explicação, a gente se enrola, desenrola e conclui a admissão.
      A construção é bela mas, nada melhor que uma brotada em confecção.
      Au revoir Lunna!!

C⚉MENTE

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s