DA PALAVRA EXISTIR

19:21 exitem os justos. existem á eles. um poder senão apunhalar o não;

DSC08761-01100 palavras e uma música.

Pink Floyd – Learning to Fly

Pensa. De modo refratado por quão imerso à insistir. O homem. Persistente a irremediável posse na face da terra. A vida. Um monumento estrangulado por altos e baixos. A história. Demasiadamente poético aquém digere a sucumbir a encruzilhada. O rumo. Proeza solícita a margem rítmica ao estado de âmbito. A máscara. Peça encarquilhada a soberania explosiva à outrem. O corpo. Diadema passional as necessidades radicais no apogeu do mundo. A alma. Desejo matizado ao toque harmônico nas profundezas da veracidade intangível integrada ao físico. A existência. O agora de ontem, o óbvio do amanhã; mediante, adiante… as revelações do universo.

-good Night- photo/text by J∀K

mas para a alma faminta,

…todo amargo é doce.  (Provérbios 27:7)

Bom dia, –eis um sonsinho bom pra escrever 🚀

Cá estou. 15º semana do ano. Deliciando um café puramente quente. E de passe a esclarecer meu intervalo no blog. Sempre haverão duas coisas sobre as quais não poderei distinguir. As que tenho e as que me tem. Os diferentes pontos de vista, acabam ocupando o verdadeiro esboço do horizonte. Certo, certamente. Sempre em ascensão do exorbitante encontro. Meramente ilustrativo, é convencionar a mercê de nossas estatísticas estando sempre a frente do reflexo razoável. Isso não se detém á fatos, no entanto, aos fatores, por qual me servem ao incisivo perfeccionismo.

Ou seja, você aí, que deixa tudo em cima da hora, faz aquelas listas gigantes, escreve 200* rascunhos mas não acomete a repercussão em terminar… pois bem, era isso que estava acontecendo. Num momento tudo está sob controle, o domínio, a soberania… até que você desmaia na procrastinação e os problemas acabam surgindo onde menos se imagina. E claramente a vontade de um mundo á progredir, desaparece. Para tanto, neste momento reaparece. EHHHH -pausa para exaltação. 🙂   *EXAGEROS À PARTE.

desenhojak.JPGDesde então, passei a ruminar diante de tanta coisa que fiz até aqui. E fato é, se você não possui o disparo pelo desejo de fazer algo que realmente sinta-se a vontade, a melhor maneira á designar, é pressionar o gatilho em outro propósito. Nesse caso, gostaria de anteceder-lhe a notícia que, sim, estou de volta. E adivinhem? Todo conteúdo de agora em diante, não apresentarão sequer outra fonte senão criada/fotografada/desenhada/escrita por essa pessoa que vos escreve. Por que? No instante em que criei este espaço, a datar pelo início desta trajetória, essa era a verdadeira intenção. Reunir esse conjunto de loucuras que se remete ao meu mundo.

Finalmente, depois de tanto tempo procurando uma solução, mesmo estando com a resposta debaixo do nariz, eis o veredito para continuar a fazer parte dessa aventura. Fazer o que gosta. Ponto. FAZER e descobrir-se por acaso. Sem caso.

Afinal, sempre estaremos entre o sim e o não. Mas o talvez, nos dá tempo de sonharmos acordados, enquanto banhamos a tarefa de se recorrer a imaginar tudo que temos.

Nos vemos por aí,

hasta la vista,

jak

UMA LISTA PARA O DIA QUE VEM

10/2  🔵  17:02   photography’s jak| play

foto4.jpg

Das tantas concordâncias que atingimos, ainda não se sabe o porquê vivemos nesse tempo. Ansiedade, medo, discórdia, violência e tudo abduzido por um corpo cheio e esparramando sofrimento. A gente acaba se enfiando em desculpas que não mais se correspondem aos nossos esconderijos. É verdade, quem nunca viu, verá. Somos a planura do improviso. Temos fachadas rasuradas, rascunhos mal humorados. Há fases em nossas vidas, que nos ensinam um método extraordinário. O dia que vem, o dia que virá. Desconheço todo esse inclino, pois meus pulmões ainda não chegaram lá.

Eu sei do agora. Pelo menos o vejo. Agora o tempo está nublado, um pouco ensolarado com o bafejo do embasamento. Eu sei que passar horas pensando em algo, é ofuscar a vertigem iluminada. Mas penso eu que, um cérebro disposto de raciocínio é aquele que não pára por nada. Eis aqui minha lista para o dia que vem, para o dissertar dessa dádiva:foto5-ouvir um novo álbum do cigarettes after sex; meditar por 20 minutos; continuar a ler o livro da semana passada; fazer uma festa de aniversário para o meu irmão caçula; pedalar por aí sem ter pressa para chegar; respirar fundo; assistir um novo filme; cuidar-me-ei; fazer alguém feliz; ser essa pessoa feliz.

foto6TEMPEREMOS COM FILOSOFIA:

Nós somos o que fazemos. O que não se faz não existe. Portanto, só existimos nos dias em que fazemos. Nos dias em que não fazemos apenas duramos. -Vieira, Antônio.

carinhosamente, jak

Me and ARTETERAPIA

Salut! Essa semana estou prestes a evolucionar meus sentidos manuais. imagino que você também tenha um tempinho para fazer dos seus gostos, um lazer primoroso nessas férias. Em verdade, a gente catalisa boa parte desse tempinho em forma de substância á nossos controles emocionais. Com isto, chegamos ao ponto de falar sobre a arteterapia.

IMG_7360.jpgwaterfall, a essência natural da matéria prima. art by jak.

Se tem algo que nós humanos nossos capazes de produzir é, em suma característica, astúcia e diligência. Não somos feitos para ficar sentados, descansando e presumidamente, deixar todos os valores da vida se desabrocharem. Cada um tem uma visão sobre a vida. Seja ela com: música, teatro, desenho, escrita, artesanato…

20161228_110021 (1).jpg

A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte!

Seguindo o ditado, todas as pessoas tem um talento indubitável para refletir suas emoções. A depressão, a timidez, a agressividade, a felicidade. Nossas emoções são emitida por um valor maior, chamado coexistência. E por que arte? Porque arte está em tudo que tocamos; a liberdade de traçar fontes que subsistem nosso equilíbrio sensorial.

Quando estive presente no Masp, elaborando novos conhecimentos artísticos, persuadi horizontes que abriram portas para criar minha própria motivação. E isso é verídico. Inspirar, expirar é o mesmo que respirar em domínio dos seus objetivos. Acredito que toda pessoa é um artista. Entre descobertas e distorções, um ponto de interrogação.  Então, faça a arte florescer caro artista.  -acredite, all is possible! 😉

gif.gif

Temperemos com filosofia: Remir os instintos, são sem dúvidas a luz em seu destino.

com carinho| photos and art: by jak

Faltando pouco para o natal…

e já estou com as emoções aclamando pelo tão esperado natal. 🙂

E vocês como estão?

Ontem estive perto de não fazer nada em especial para presentear alguém, já que minha mãe, neste ano, inventou o tal amigo secreto aqui em casa. O que é legal, portanto, não se sabe quem será o presenteado. Pois bem, organizei uma meta em fazer algo útil, que a pessoa saberá bem o que fazer; algo que estará sempre em contato daquele. Não há algo melhor do que presentear com uma caneca. Personalizada é claro!!

20161223_152415.jpgVieram margens desesperadas quanto ao que desenhar. Pensei em posses intermediárias, mas levei em consideração ao minimalismo. MENOS É MAIS.

canecas.pngEmbora minha pirotecnia manual ofereceu alguns problemas á parte, sim, eu gostei do resultado e acho que poderia pegar essa caneca para mim, hehe.

Mamãe (um termo carinhoso, pois essa pessoa gosta mesmo é de pronunciar só mãe, haha) e eu fomos colocadas contra parede em relação a consistência do mousse de limão. Ano passado houveram alguns nuances despreparados, agora aprendemos a lição. Gelatina incolor, please!    –saboreando antes do tempo!!

DSC07031.jpgEnquanto alguns preparativos ainda circulavam por nossa conta, fiz questão de pensar em algo diferente, usa roupa casual por assim dissemelhar. Geralmente, os natais são marco de preguiça, comida gostosa, tios de 2º grau fazendo a festa, enquanto você se admira imune com seu pijama e algumas sobremesas dentro do quarto. Sim, já me coloquei nessa situação tediosa. No entanto, esse ano está sendo diferente. Uma maquiagem clássica de delineado gatinho, batom vermelho e sombra cremosa, me fez optar á essa inspiração.

IMG_6989.jpgAinda há muita coisa por vir, então quero finalizar com chave de ouro. 🔑

Um feliz natal pra todos, um feliz natal pra todos…

em ritmo natalino, desejo-te um natal recheado de paz, felicidade, irmandade, amor e muito mais. Aproveite ao máximo com as pessoas que te fazem feliz. O melhor tempo, é uma dádiva. Saiba conciliar esse fornecimento a cada dia. Que o Senhor abençoe á todos, principalmente aqueles em condições instáveis, na esperança de que Deus os ilumine. Ao menino Jesus, aos nossos entes queridos, à alegria…

brindemos á vida.

Solitaire

Good Night!

Por dentro dessa magnifica ilustração de Yelena Bryksenkova, é que vou encontrando lotes de ajustes, acalmando o pensamento apressado, engatando comandos para o amanhã que não me pertence, ouvindo Pet Shop Boys e desejando uma torta de morango.

reading2_670yelena-bryksenkova_herbariumAcordando as mágoas abatidas, vacilando no âmago descendente, sacudindo uma origem de ideias imediatas e apurando controle inconsequente de continuar lapidando. Sem nem tentar atingir a inércia de um coração espremido.

jak

Status: Fuck You

Hi! Chega um determinado momento, em que você senta e observa: “Porque eu me preocupo tanto com isso!” Hey, acredite, eu sou assim. Não é agressivo se expressar basta arcar com o que realmente é relevante. Andei a alguns dias conservando essa tese. Simples de acionar: foda-se! Você cria grandes padrões descartáveis que a grande parte se tornam fixo se você não souber se livrar.

DSC03998
photography by jak

Por medo ou por insegurança, deixamos de desfrutar as melhores apreciações da vida. Minha vida é um conto de falhas. Entretanto, são com essas falhas que crio novas aquisições. Você pode errar mas, não leve tão a sério que isso pode ser um dano intenso em sua vida. A vida taí para ser reinventada.

Foda-se: a vergonha; os quilos ganhados após uma refeição deliciosa; as regras, seus sonhos sempre estarão em modo contínuo, só você pode garantir quando parar; o tradicionalismo, ninguém é igual a ninguém; a preocupação desnecessária; a obrigação, você é livre e ponto; ao que já não lhe pertence mais, lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente (William S.); os rótulos, eles estão aí para serem quebrados; o preconceito, ser você mesmo é o melhor caminho para a felicidade, o melhor método para fazer do seu jeito.

assinatura

title 4

Há quem precise de um espaço para respirar, eu só peço o oxigênio para continuar vasculhando minha vida imoral. Nos olhos de quem eu posso aceitar que eu sou feliz? Apenas nos meus. Que reflexo o espelho me transmite? Minimamente de um agrário fastidioso, comprimido numa mente de gestos e fontes que brilham. Como se toda noite eu esperasse que surgisse uma estrela cadente, me arrancasse de um arquipélago e, me deixasse em qualquer praia do Madagascar. Ou se pudesse escolher, quem sabe ela me realizasse o desejo de estar em los roques? São nos brotos aquáticos, que tenho outra fértil imaginação de controlar o oceano e ter uma bela calda de sereia. Recolher conchas, andar de mãos dadas com alguém que aceite minha companhia, pensar nos fusores de caminhadas, tentar surfar e finalmente encontrar um pedaço de mim. A vida é uma viagem. O trajeto é um ensino, a emoção é um vínculo e a poesia o órgão de toda condensação.  [PLAY. rock on the beach: Metric-Synthetica]

DSC04380[photo by jak]

assinatura

 

Capturar

Salut, {De leste/oeste- Men At Work-Who Can it Be Now}. É chegado o feriado, que as sensações nos rodeiam. Não importa que sentido você seguirá, se tão perto ou tão longe. Sua mente não tem estimativa. Esquerda ou direita? Que nada! Pra quem é livre e sabe servir disso, o infinito é um progresso utilizável. Brincar, existir, ser jovem e se manter firme no chão, até que suas asas te levem ao inimaginário. Se tão forte e tão prevalecido, qualquer caminho é além do impenetrável. Nosso trecho, é marcar vantagem no que podemos fazer para sermos correspondidos. Fazer o bem sem negar a quem. Curtir sem abrir os olhos para o aborrecimento. Deixe rolar… ~JAK

tumblr_o5m9fjri2f1qj5oxwo1_500

titulo

Bom tarde! {Let’s go be Happy, friends!| More than a Feeling-Boston} Noites anteriores, venho enfrentando algumas tipologias experimentais e mais ou menos frenéticas, à um nível de estabilizar coisas ocultas de propósito mediante um corpo ambíguo. A chuva veio levemente com força, cortando a luz por volta das 9. Em uma zona rural, é bem comum esse tipo de senda.

Desktop 16-02-2016 21-57-19-671Mas aproveitei para jogar um tantinho e claro, praticar o regalo das perspicazes sombras de nossas mãos.

coelho
um coelho ou um canguru, o que ficar evidente transfira para essa imagem.

Ontem de madrugada, estava com intenção de finalizar esse conteúdo (comendo uvas) porém, nossos bichanos não autorizam desviar os cuidados sobre eles em determinado tempo. E é disso que quero prorrogar. Ter um animal doméstico, é licitavelmente uma forma de distribuir carinho e aqui em casa, quanto mais pets melhor. Em torno de uns 13 gatos e um dog (por aí), dificilmente você encontra outra subquestão para não apreender sua atenção aos felinos. Contudo, adoro conviver ao lado dessas originalidades.

DSC09846Quando estão doentes, nós ficamos doentes. É quase que uma reflexão sobre nosso ortodoxo de felicidade. Pacificamente, o amor é tão imenso, que a medida que nos apegamos a eles, esquecemos da vida criada pelas mãos da refração. É um amor genuíno, não existe devolutiva ou involutiva. Mesmo que o silêncio abarrote nossa sisudez.

tumblr_mztwnzJnET1s8rlddo1_500.gifCondicionalmente, estou apreensiva pela malária do Toby (meu amável labrador). Minhas noites de sono andam agravadas, a afoiteza se dedica em transe, portanto, minhas esperanças estão consideravelmente positivas e disso nego desdenhar. ‘Não importa quanto amor temos que distribuir, quando se tem um coração robusto, toda impureza se rivaliza a se deixar desistir.’ ~Jak.